Nova manifestação antirracista deve ocorrer nesta segunda-feira em Porto Alegre

Ato desencadeado pela morte de João Alberto está marcado para a filial do Carrefour do bairro Partenon

Nova manifestação antirracista deve ocorrer nesta segunda-feira em Porto Alegre

Está prevista para esta segunda-feira uma nova manifestação contra o racismo em frente ao Carrefour. Desta vez, ativistas e grupos contra discriminação racial se organizam nas redes sociais para realizar o ato em frente à filial situada na avenida Bento Gonçalves, no bairro Partenon. A morte de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, por dois seguranças do Carrefour do Passo da Areia, na noite da última quinta-feira, desencadeou uma série de protestos pelo país. Em Porto Alegre, na sexta-feira, um ato que começou de forma pacífica, terminou com uma tentativa de invasão ao estabelecimento e confronto com a Polícia, resultando em três feridos e pelo menos três viaturas danificadas.

No sábado e no domingo não ocorreram novos protestos na Capital. O Comando de Policiamento da Capital (CPC), da Brigada Militar, afirma que vai seguir em alerta e monitorando a situação dos atos que venham a acontecer na cidade nos próximos dias.

 

A manifestação está marcada para às 18h. O vereador eleito pelo PSol, Matheus Gomes, em sua conta no Twitter, convocou seus seguidores e apoiadores a irem ao ato, que também terá participação de moradores do Campo da Tuca e Morro da Cruz, conforme retuitado pelo parlamentar eleito, além de integrantes de algumas das torcidas organizadas do Grêmio e Inter desta região da cidade, que afixaram faixas no cercado do hipermercado.

Por meio da assessoria, Gomes confirmou a participação no evento. O restante da nova bancada negra da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, formada pelas eleitas Karen Santos (PSol), Bruna Rodrigues e Daiana Santos (PCdoB) e Laura Sito (PT), também por meio da assessoria, disseram estar avaliando a ida à manifestação, mas que a princípio, estarão presentes.

Brigada Militar fala em “evitar desordem”

O comandante do CPC, tenente-coronel Rogério Stumpf Pereira Junior, avisa que a BM tem se mantido atenta depois do desfecho da manifestação da sexta-feira. “Desde o fato acontecido, a BM tem mantido vigilância de todas as áreas de Porto Alegre. Desde então estamos monitorando para evitar qualquer ato de vandalismo e estaremos acompanhando as manifestações, para segurança de todos”, disse.

Segundo o oficial, o vandalismo da última sexta-feira poderia ter terminado em uma grande tragédia. “Na sexta-feira, usaram coquetel molotov. Então a BM estava ali para garantir a segurança de todos, para evitar coisas mais graves, como o risco de explosão do posto de combustíveis”, defendeu. Por isso, o comandante afirmou que não será tolerada uma situação semelhante: “Nós estaremos lá para evitar que não se tenha nenhuma desordem. Mas caso haja qualquer ação de vandalismo, quebra-quebra, a Brigada Militar vai atuar como atuou na sexta-feira”, alertou Stumpf. 

Fonte(s): R7
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!