Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul aborda degradação ambiental, indicadores de pobreza e tríplice fronteira

Referência na área, publicação destaca pesquisas e dados técnicos da geografia do Estado

Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul aborda degradação ambiental, indicadores de pobreza e tríplice fronteira

Com cinco artigos e duas notas técnicas envolvendo temáticas ligadas à Geografia e áreas afins, foi lançada a 36ª edição do Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul. Criada na década de 1950, a tradicional publicação semestral é editada pelo Departamento de Planejamento Governamental, vinculado à Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (Deplan/SPGG) e é referência na construção de leituras geográficas que consideram o RS.

Esta edição tem entre seus destaques artigo que trata das origens do processo de degradação do arroio Dilúvio, curso d'água conhecido da capital gaúcha, elaborado por Claudio Evandro Bublitz.

Completam os temas abordados os indicadores de pobreza e privação social em Santa Maria (de Pedro Spode e Rivaldo de Faria), os processos de transfronteirização na Tríplice Fronteira Argentina/Brasil/Uruguai (Luisa Amato Caye e Aldomar Arnaldo Rückert), a discussão sobre região e regionalização no Rio Grande do Sul (Mateus Pessetti e Ligian Gomes) e a distribuição espaço-temporal da temperatura de superfície no RS (Erika Pires e Daniel Vallerius).

Entre as notas técnicas, os textos destacam o programa camponês no RS (Edmundo Oderich) e a inserção de municípios e bacias hidrográficas no Estado (Raíza Schuster, Fernando Scottá e Rafael Paranhos).

Além do lançamento da 36ª edição do Boletim Geográfico, na segunda-feira (18/1), o Deplan também anunciou a data de 1º de março de 2021 como prazo para a chamada de trabalhos para a próxima edição.

Boletim está aberto para receber artigos

Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul é uma publicação semestral da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) que tem como objetivo a divulgação de artigos de caráter técnico e científico voltado para a Geografia e áreas afins, como cartografia, sociologia, história, economia, geologia, ciência política, entre outras, com enfoque em estudos aplicados que tenham o Rio Grande do Sul como elemento presente nas escalas internacional, nacional, regional ou local.

Com duas edições por ano, está permanentemente aberto para submissão de trabalhos. Para isso, é necessário fazer um cadastro no portal de Revistas Eletrônicas e seguir as instruções para o envio.

Fonte(s): Ascom SPGG
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!