Reduzir o preço dos orgânicos é um desafio

Reduzir o preço dos orgânicos é um desafio

Reduzir o preço dos orgânicos é um desafio

Andrei Salvador Cargnino, 23 anos, comanda a Fruteira Ecológica juntamente com a mãe Arnete, 55. O primeiro ponto surgiu há 18 anos, no bairro São Pelegrino. Hoje, conta com duas lojas e um público fiel. A estimativa é de crescer 5% este ano. Em 2019, expandiu 15%.

Além do conhecimento sobre como produzir orgânicos, um dos desafios é a popularização dos produtos. O preço, em média 30% mais caro do que os produtos convencionais (com veneno), está entre os entraves. Em alguns estabelecimentos, a diferença pode chegar a 50%. 

 

Pesquisa Organis revela que 43% dos entrevistados pelo conselho apontaram o valor pago como o principal motivo para não comprar os produtos.

– Poucos entendem que se produz menos e com mais mão de obra – justifica Andrei.

E acrescenta:

– É uma barreira que precisamos derrubar. Estamos desenvolvendo ações para desmistificar o produto. 

Para Arnete, a fidelidade dos clientes é conquistada pela qualidade e confiança.

– Tem que fazer certo. E eles  (clientes) sabem que fazemos.

Além disso, é preciso provar que está produzindo corretamente. O Certificado Conformidade Orgânica, por exemplo, é obrigatório para fornecer os alimentos.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!