"Incêndio no Pantanal tomou proporção gigantesca", admite Salles

"Incêndio no Pantanal tomou proporção gigantesca", admite Salles

O ministro do Meio Ambiente (MMA), Ricardo Salles, em entrevista à Rádio Bandeirantes, admitiu que a situação do Pantanal é crítica. Para Salles, o clima seco, excesso de material orgânico e as restrições à utilização do fogo controlado foram as causas dos incêndios. O pronunciamento do ministro veio depois de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul declararem estado de emergência.

Ane Alencar, doutora em Recursos Florestais e Conservação, explicou o que é a técnica citada por Salles: "O fogo é muito utilizado no manejo de pastagem e também na questão da prevenção de incêndios no Pantanal. Esse manejo no bioma tem que reduzir o material combustível para quando chegar a época do fogo ele não ser tão alto. Uma ação feita com preparo e técnicas de prevenção."

No entanto, a pesquisadora disse que mesmo o pantanal, como o cerrado, sendo biomas com regime de fogo ativo, esses incêndios estão fora de época e descontrolados. "O Pantanal deve ter seu regime do fogo natural acontecido no fim da época da seca, início das chuvas, quando as fontes naturais, que seriam os raios, conseguem dar uma descarga de ignição”, explicou.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte(s): Agência Brasil
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!